terça-feira, 22 de setembro de 2009

À SOMBRA DAS SAVANAS UM LAGO QUE LEMBRA O MAR


Se fosse julgar apenas pelas pequenas ondas, pedras, areia branca e fofa, ilhas à vista, ou pela cor da água, ora verde-mar, ora azul-regata, todos diriam que se trata de algum pedaço de mar, mas não, na verdade este é o "Lago Malawi", uma das grandes atrações do país em termos de beleza natural.
Se por um lado Malawi não tem saída para o mar, por outro, possui um lago de ressonâncias oceânicas, dono de uma beleza incontestável, um lugar de visões paradisíacas para refrescar um cenário dominado por savanas.

Na crença malauiana é sobre o lago que nasce o sol. Ele tem um significado tão importante que o nome do país sempre está relacionado ao nome dele e vice-versa.
Em 1891, por exemplo, quando se tornou território britânico, foi chamado de Niassalândia por causa do lago, que na época tinha o nome de “Lago Niassa”. Após a independência, em 1964, é registrado Malawi, seguindo a sintonia entre o nome do país e da sua atração cristalina, o lago é rebatizado de “Lago Malawi”.
Existe até um time de futebol profissional lá chamado Lake Malawi, em homenagem a este cenário de atrações turísticas. Aliás, o local, neste trecho,em específico, é totalmente voltado aos turistas, e fonte de emprego para o malauiano, principalente aos moradores da região de Salima, próxima do hotel.

Quem um dia se interessar em conhecer o país, deve procurar a rede de hotéis Sun Bird, de origem sul-africana, oferece uma excelente infra-estrutura aos turistas. Tomar banho de água doce num ritmo de mar, sereno e tranqüilo, ou apenas se acomodar diante do visual encantador a fim de descansar a mente, é indescritível.

É claro que nem toda a extensão de margem do lago deve ser de ambiente praiano, mas onde está localizado o hotel, na “Linvingstone Beach”, como é conhecida esta parte da “praia”, em homenagem a David Linvgstone (escocês, missionário cristão, médico, que ficou conhecido por desbravar o continente africano, lutando para libertar os povos da escravidão), qualquer semelhança com Ubatuba, no litoral paulistano, ou com qualquer outra praia, é mera coincidência.

Um comentário:

Luiz Clédio Monteiro disse...

Ola silas - belas fotos. desse "mar"

esotu seguindo seu blog - faça uma visita ao meu, se, gostar, siga-o ok?

ps - tão belo como cantar louvores ao nosso Deus.